Rádio - Vade Mecum Espírita Facebook - Vade Mecum Espírita Twitter - Vade Mecum Espírita
Vade Mecum Espírita
Therezinha de Oliveira

Parábolas Que Jesus Contou e valem para sempre - Nota 10

Therezinha de Oliveira

Explicação


          Quando, em 1889, o Dr. Gustave Geley entregava ao público O Ser Subconsciente, provavelmente não imaginava o inestimável trabalho que prestava ao mundo científico e cristão, quanto ao testemunho que assinava; testemunho em prol dos princípios propagados a viva voz pela Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec. Toda a verdade fura o bloqueio maciço do inconformismo, sobrevive às investidas desnorteadas do obscurantismo, galga as encostas pedregosas do tempo, atravessa os séculos e brilha intensamente, quanto mais intenso for o quilate de pureza que abarque.
          Há sempre, no entanto, necessidade de difusão da verdade, qualquer que seja ela, pelos meios convenientes à grandeza que encerre: se verdade científica, meios científicos; se verdade religiosa, meios religiosos; se verdade filosófica, meios filosóficos. Por isso, a difusão espírita deve ser conscienciosa, imparcial, moralizada, filosófica, científica, cristã, numa palavra, o que não se atenha às regras da cristandade não pode ser tido como autenticamente espírita.
          Mas, sempre que revelações de grande envergadura entram em contato com a relatividade do homem, há choques os mais variados. Daí a eficiência do estudo científico, a propriedade da argüição filosófica, a procedência da edificação evangélica. Só com a argumentação científica não há base sólida; só com raciocínios filosóficos não existe equilíbrio; simples entendimento moral, sem assimilação integral, não possibilita sobrevivência do novo corpo. Nenhum pássaro voa com uma só asa. Cada ser humano apresenta necessidades peculiares que, na medida do possível e do racional, devem ser atendidas. E é precisamente neste ponto que a unidade das duas asas faz-se imperiosa. O homem que entende essa unidade está de posse da chave certa que abre as portas do reino dos céus.
          Geley conseguiu atingir semelhante alvo. Foi cientista moralizado; moralizador dono de grande ciência. Foi filósofo e foi caritativo, porque soube compreender a sede de saber que ardia dentro de cada um. E, principalmente, foi trabalhador consciencioso porque se deu ao mundo científico de então, visando ao mundo moralizado do futuro.
          A profundidade que ressuma das páginas de O Ser Subconsciente é o canto de vitória do justo, a cartilha do estudioso, o bálsamo do viajor esgotado... e a fonte cristalina que recebe a transcendental busca da humanidade. O Ser Subconsciente é desses livros que enobrecem a biblioteca espírita; é o pequeno grande livro do Espiritismo.
          Nele encontramos o raciocínio preciso, a forma adequada, a perspicácia que não alfineta e a simplicidade tocante, esta última, aliás, a marca registrada do Dr. Geley, o trunfo que lhe assegurou o agrado de todos os seus leitores.
          Eis por que procuramos, nesta tradução, adaptar, na medida do possível, a fluência rítmica da língua francesa à modulação expressiva do idioma português, obedecendo, contudo, à forma de pensar característica do francês, de modo a que o estilo de Geley não fosse prejudicado de feição irremediável.
          É tarefa altamente feliz o entregarmos, agora, ao espírita brasileiro O Ser Subconsciente. Feliz não porque tenhamos efetuado algo digno de glória – que, absolutamente, não o é –, mas porque temos a certeza de que o presente trabalho será altamente proveitoso para quantos queiram aprofundar seus conhecimentos da Doutrina Espírita que o amor de Deus e o amor do Cristo – estes sim, glórias do Universo – entregaram ao mundo.
          Praza aos céus que todos nós, estudando conscienciosa e imparcialmente esta primeira grande obra de Geley, consigamos penetrar um pouco mais nos ainda hoje mistérios da mediunidade, caminhando, desse modo, mais alguns centímetros na estrada do conhecimento iluminado pela fé cristã em que o mundo inteiro precisa viver.
Rio de Janeiro, 30 de maio de 1974.
O tradutor
Autor: Gilberto Campista Guarino
Fonte: O Ser Subconsciente
Voltar
Willian Crooks e Katie King

Willian Crooks e Katie King

Cadastre-se e receba
nossos informativos!

Visão EspíritaVisão Espírita

Ouça todos os Domingos 9h30 às 11h00 com comentários do autor do Vade Mecum Espírita, no site:
www.radiobrasilsbo.com.br

contato@vademecum.com.br | Fone: (19) 3433-8679
2019 - Vade Mecum Espírita | Todos os direitos reservados | desenvolvido por Imagenet