Rádio - Vade Mecum Espírita Facebook - Vade Mecum Espírita Twitter - Vade Mecum Espírita
Vade Mecum Espírita

Limite de Escoamento.*


Ambiente

Países em desenvolvimento abandonam negociações em Copenhague

14 de dezembro de 2009

Os países em desenvolvimento, liderados pelos africanos, suspenderam, nesta segunda-feira, a participação em vários grupos de negociação na conferência sobre mudanças climáticas da Organização das Nações Unidas (ONU) em Copenhague.

Eles estariam irritados, alegando que a conferência estava enfraquecendo o suporte ao Protocolo de Kyoto, o principal tratado de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa. A informação foi confirmada por um diplomata brasileiro.

"Fui informado que eles saíram dos grupos de trabalho", disse uma fonte à agência de notícias AFP, sob condição de anonimato. "Isso pode ser salvo. Dependerá se as pessoas querem ser construtivas", acrescentou. As discussões oficiais foram suspensas enquanto uma reunião informal tentava resolver o problema.

O movimento foi iniciado pelos países africanos, que tiveram o suporte do grupo G-77 de países em desenvolvimento. Os países se recusaram a continuar com as negociações a não ser que as conversas sobre um segundo período de compromisso com o Protocolo de Kyoto tivessem prioridade sobre discussões mais amplas de uma "visão de longo prazo" para uma ação cooperativa sobre as mudanças climáticas.

Kyoto - O Protocolo de Kyoto obriga os países ricos - mas não as nações em desenvolvimento - que o ratificaram a cortar as emissões de carbono. O tratado não inclui os Estados Unidos, que afirmam que o acordo é injusto porque as metas obrigatórias não se aplicam aos gigantes em desenvolvimento que já são grandes emissores de gases poluentes.

"A África puxou o cordão de emergência para evitar uma colisão no final da semana", disse Jeremy Hobbs, diretor-executivo da Oxfam International, ao se referir a um fórum na sexta-feira que deve ter a presença de cerca de 120 chefes de Estado. "Os países pobres querem ver um resultado que garante fortes reduções de emissão, mas os países ricos estão tentando adiar as discussões sobre o único mecanismo que temos para isso - o Protocolo de Kyoto."

O ministro acrescentou que o G-77, pelo mesmo motivo, também estava bloqueando um acordo feito ontem para que os principais problemas nas negociações climáticas sejam resolvidos informalmente no plano ministerial em cinco grupos, cada um presidido em conjunto por um país desenvolvido e um em desenvolvimento.

(Com agências Estado e France-Presse)

Talvez este vídeo nos ensine alguma coisa:

 

Autor: Veja Twiter
Fonte: Veja.com
Voltar
Obrigado Jamil Bizin!

Obrigado Jamil Bizin!

Cadastre-se e receba
nossos informativos!

Visão EspíritaVisão Espírita

Ouça todos os Domingos 9h30 às 11h00 com comentários do autor do Vade Mecum Espírita, no site:
www.radiobrasilsbo.com.br

contato@vademecum.com.br | Fone: (19) 3433-8679
2021 - Vade Mecum Espírita | Todos os direitos reservados | desenvolvido por Imagenet